segunda-feira, 1 de fevereiro de 2010

e nem assim

eu não me arrumo
não arrumo meus cabelos, uso minhas camisetas mais podres
ando descalça

já percebeu?

a cara amassada
a voz de sono
o cigarro
meus desvios ledos enganos

entende?

entende que talvez, por uma maluquice qualquer eu não quero que você me veja arrumada
não veja o meu melhor
há um charme todo nessa brincadeira de você descobrir quem sou
não tem jeito, eu sei, se botar minha melhor roupa e vestir meus melhores modos, desfilar com minhas melhores conversas, desenhar o dia todo pela casa, eu sei

ai que você vai ficar sem saída, não é?

pense assim: no fundo te faço um favor
afinal não é fácil você  ser atraído por mim, pra quê dificultar as coisas?

[mas eim garota !]

2 comentários:

  1. E eu jurando que você sempre andava arrumada, senhorita.

    ResponderExcluir
  2. jamais jure nada pra uma mulher. ela não te dará sossego enquanto vc não cumprir com o que prometeu :X

    o descaso me cai bem hahhahaa

    ResponderExcluir

i Sem PingOS