domingo, 28 de março de 2010

                     ele gosta das coisas todas. gosto quando ele sorri. ele gosta de mim. somos parecidos diferentes e diferentemente parecidos. 



no fundo não importa.

sentimento confundido é a mesma coisa que gostar.
e para gostar não existe porquê.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

i Sem PingOS