quinta-feira, 11 de março de 2010

Ele jamais lerá
o que não há para ser lido
ele,
em contra-partida
sempre lerá  o que houver escrito
lerá
e vê já
a não tardia consideração e amor

Cultivar, árvores, fortes ou não
que protegem ou fragilizam
mas, e ei de mim: cultivar
com lealdade
fiel
descansa, e não só os pensamentos
este
que sei, velejar com  o peito
embora temeroso
prosseguir sonhando
ah, e tem lado melhor?
mon amour, como te digo tratar
que sonhar descansado pronúncias de outro mar
e é por isso que te digo
tranquilize-se
estou lá.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

i Sem PingOS