sexta-feira, 23 de julho de 2010


Lembro de como eu já devia saber, ah sim, esse é o tipo de coisa impossível de não antever,

ou no mínimo não cogitar... e se você me perguntar que problemas tenho com isso? 

Ora, alguns, alguns, e nenhuns, nenhuns, afinal já aconteceu não é mesmo? 


Já foi, e não era como se eu não soubesse, era mais como se eu ignorasse, como se fechasse os olhos com força até as pálpebras arderem, e fizesse mais força com todos os músculos e ossos para me manter sem acreditar do que aquilo mesmo que deveria estar em meu coração fazendo força para crer. 

Tem coisas que nascem mortas, e mesmo as que não nascem já por terem nascido um dia morrerão.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

i Sem PingOS