terça-feira, 26 de outubro de 2010

Helianto

 

São muitas mãos de tinta

espalhadas pela contra-mão do quarto

rodopiando pelo olho girassol da cidade

a folha verde atravessada pela luz impressiona com amarelo sem nome

SE tem nome
Tudo pode ser dito
                  
               Então

me diz,
água 
teu som 
pra que eu te possa beber em silêncio redobrado
                                                                                             

                               S                                                                      

Nenhum comentário:

Postar um comentário