quarta-feira, 19 de janeiro de 2011



Ficava sentada lá, como quem adia os problemas. Sentava-se na maior inadiplência, sim, pensava que a vida era essa coisa fatigada e que pouco ou nada adiantava se opor. Pelo menos assim não se cansava.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

i Sem PingOS