quinta-feira, 26 de maio de 2011

  As gotas que pingam do céu são ponto vírgula, famosas pausas de lugar nenhum.

Nenhum comentário:

Postar um comentário